Empresas mais humanizadas existentes no Brasil


Uma pesquisa realizada pela Universidade de São Paulo apontou as empresas mais humanizadas que existem no Brasil, ou seja, as que elevam sua humanidade através dos negócios e tem como princípio o capitalismo consciente.

O pesquisador e especialista em propósito e estratégia de empresas da USP, Pedro Paro, fez um estudo em que apontou as 22 empresas mais humanizadas do país. Esta pesquisa teve o apoio do jornalista Rodrigo Caetano, não possui caráter de ranking, teve inicio no ano de 2016 e foi baseada nos dados sobre os principais stakeholders de atuação de qualquer empresa.

Foram analisadas 1115 companhias, das quais 22 foram eleitas como as mais humanizadas do Brasil, os critérios para definir as empresas foram: capitalismo consciente como propósito maior, liderança para stakeholders, cultura e liderança consciente.

Assim, foram estipuladas como as empresas mais humanizadas do país: a Sociedade Beneficiente Israelita Albert Eistein, Bancoob, Grupo Boticário, Braile Biomédica, Cacau Show, Cielo, Clearsale, Elo 7, Johnson&Johnson, Grupo Jacto, Klabin, Malwee, Mercos, Multiplan, Natura, Reserva, Tetra Pack, Raccon, Unidas, Unilever, Venturus e Toca.

Quer economizar em sua próxima conta de água? Nós temos a solução. Conheça nossos serviços de Consultoria em Contas de Água. Saiba mais.


EVITE FRAUDES:
O usuário que suspeitar do boleto deve prestar atenção nos três primeiros números do documento e no campo "Nosso Número" (segunda sequência de 12 números do boleto bancário). Por exemplo: uma cobrança do banco Itaú que comece com o número 237 (do banco Bradesco) é falsa, pois o número do banco é 341. Os códigos dos bancos podem ser encontrados no site da Febraban (Federação Brasileira de Bancos): http://www.febraban.org.br/arquivo/bancos/sitebancos2-0.asp